Apple planeja fazer componente para iPhone e ações de fornecedor despencam

0
16

Como dissemos por aqui, é difícil ser uma empresa que depende demais da Apple. O que acontece quando ela decide fabricar um componente para iPhone que, antes, vinha de um fornecedor?

A empresa britânica Dialog Semiconductor tem um contrato exclusivo para projetar e fabricar os chips de gerenciamento de energia do iPhone, iPad e Apple Watch. Esse componente é essencial: ele controla o carregamento e gerenciamento da bateria, além do consumo de energia.

De acordo com o jornal japonês Nikkei, a Apple está desenvolvendo seus próprios chips de gerenciamento de energia, e vai substituir as peças da Dialog em metade dos iPhones a partir de 2018.

A ideia é atingir um melhor desempenho nos iPhones e iPads com menor consumo de energia. Analistas dizem que, ao desenvolver seus próprios chips, a Apple conseguirá integrar melhor seu software ao hardware, diferenciando-se mais de concorrentes como a Samsung.

As ações da Dialog despencaram mais de 20% com a notícia. No ano passado, 74% de sua receita veio da Apple. Segundo a Reuters, a fornecedora depende muito da indústria de smartphones, e vem tentando se diversificar.

Este ano, a Imagination Technologies acabou se vendendo por US$ 740 milhões após perder o contrato com a Apple. Ela desenvolve os chips gráficos PowerVR, que foram substituídos por uma GPU própria no A11 Bionic.

A Apple já desenvolve vários componentes: o processador (com base na arquitetura ARM), o chip neural para o Face ID, o chip de impressões digitais, e o chip W1 para conexão sem fio entre Airpods e seus outros dispositivos.

Rumores dizem que a Apple também planeja substituir os modems da Qualcomm por alternativas da concorrência — como Intel e MediaTek — após uma briga judicial.

Com informações: Nikkei, Reuters.

Apple planeja fazer componente para iPhone e ações de fornecedor despencam

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.