Expulsão por segundo amarelo, pontuação dos técnicos, jogo adiado… O que acontece no Cartola FC? Calma, cartoleiro! Sem mais polêmicas… Aqui a gente explica tudo! Confira o tutorial abaixo e tire suas dúvidas gerais do game.

Meu jogador foi expulso pelo segundo amarelo. E agora?

Neste caso, você perde 5.00 pontos, amigo! Os dois amarelos acumulados contam por um vermelho. Só fique ligado: se o seu atleta receber um amarelo e, em seguida, um vermelho direto são -7.00, ok?! -2.00 pelo amarelo e -5.00 pelo vermelho.

Meu jogador recebeu cartão no banco de reservas. Isso quer dizer que…?

Que você perde pontos… É duro, mas é verdade. Ele não precisa entrar ou estar em campo para você perder 2.00 (cartão amarelo) ou 5.00 (cartão vermelho) pontos no game.

Meu jogador de defesa ficou no banco; ele pode receber o saldo de gols?

Não! O SG é restrito para goleiros, laterais e zagueiros que entrem em campo e não sofram gols na rodada. Fechou?!

Meu jogador foi substituído antes da equipe sofrer um gol; ele perde o SG?

Perde sim, cartoleiro! O saldo de gol só é validado no final da partida. A partir do momento que um time for vazado, todos os seus respectivos jogadores de defesa (goleiro, laterais e zagueiros) não têm mais direito aos 5.00 pontos de bônus – inclusive aqueles que forem substituídos quando a equipe ainda não havia sofrido gols.

Escalei um meia, mas ele atuou pela lateral. Ganho o SG?

Não ganha, fera! E com um atacante improvisado também não… O que conta para o Cartola é SEMPRE a posição que ele está cadastrado no game. Mas antes de ficar chateado por isso, lembre-se que um zagueiro ou lateral que for improvisado no meio e/ou no ataque, pode receber os 5.00 pontos de saldo.

Como funciona a pontuação dos treinadores?

Com os professores, o esquema é diferente. A pontuação deles é o somatório dos pontos dos jogadores do time que eles comandam, dividido por 11. Por exemplo, imagine que você escalou o treinador da Chapecoense e, durante a partida, ele fez duas substituições. A pontuação dele será o somatório dos 13 atletas da Chape que atuaram na rodada em questão, dividido por 11. A divisão é sempre por 11, parça – mesmo que, ao todo, 12, 13 ou 14 jogadores entrem na partida.

Vale destacar que: se em alguma rodada, um jogador receber cartão no banco de reservas, ele também afetará a pontuação do treinador – mesmo que ele não entre em campo. Os pontos perdidos serão contabilizados no somatório total e, em seguida, será feita a divisão por 11.

Meu treinador foi expulso. Perco 5.00 também?

Não perde nada! Como a pontuação do treinador é em cima dos pontos dos jogadores, não faz diferença – para o Cartola – se ele for expulso ou não. O que conta continua sendo o somatório das pontuações dos atletas, dividido por 11.

Por falar nisso, se um treinador for expulso em uma rodada e substituído pelo interino na seguinte, não há interferência no game. No Cartola, o técnico principal é quem continuará disponível.

Meu jogador de linha foi improvisado no gol no meio de uma partida; ele pode receber pontos por defesas difíceis?

Não só por DDs, como por defesa de pênalti, viu?! Ele só não tem direito ao saldo de gol, como os goleiros têm – a não ser, é claro, que ele seja um zagueiro ou lateral.

O jogo foi adiado… e agora?!

Depende do caso, cartoleiro! Mas vamos lá. Quando a data de uma partida é alterada antes do apito inicial, ela simplesmente deixa de valer para o Cartola.

Mas se o jogo for adiado depois de já iniciado – por falta de luz, campo alagado, etc -, o cenário muda. Caso a CBF consiga remanejar a partida em um curto espaço de tempo, como previsto no regulamento, a ideia é que a partida seja mantida para o Cartola. Neste caso, serão contabilizados os pontos dos jogadores conquistados nos 90 minutos, mesmo que cada tempo seja disputado em um dia.

E se a partida for interrompida no meio?

Se isso rolar, nós vamos contabilizar os pontos conquistados durante o jogo até o momento da interrupção. Vamos dizer que em uma partida haja um número X de expulsões e, por conta do número insuficente de jogadores, a partida seja finalizada antes do tempo. Mesmo que uma das equipes seja punida com um 3 a 0 no placar, o que valerá para o Cartola será o que rolou, de fato, em campo. Ou seja, vamos manter o placar do jogo, os gols, assistências, faltas… tudo!

Deram o gol para um jogador e depois trocaram. Pode isso, Arnaldo?

Pode! Principalmente em caso de gol contra, parça! Sempre esperamos a súmula para confirmar os gols e cartões da partida, beleza?

Esqueci de escalar meu time. Fico fora da rodada?

Não, não! Também não é para tanto, mas a sua última escalação é que vai contar. Se você, por exemplo, não montar seu esquadrão na rodada #10, sua escalação da rodada #9 é que vai estar na disputa.

Antes de entrar no gol, a bola tocou na trave. Recebo pontos pela FT também?

Aí não, né?! Neste caso, só conta o gol, galera! São 8,00 pontinhos na caixa. Não dá nem para reclamar, vai…

Meu jogador fez falta por toque de mão. Ele perde pontos?

Claro! É contabilizada uma falta cometida (FC), como qualquer outra. A única diferença é que, neste caso, ninguém recebe pontos por falta sofrida (FS).

O post Cartão no banco, 2º amarelo, jogo adiado… Tutorial esclarece dúvidas gerais no Cartola apareceu primeiro em Futebol Stats.

Acesse o Futebol Stats aqui

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.