Os pesquisadores da canadense Queen’s University criaram um dos
smartphones mais interessantes dos últimos tempos: o HoloFlex. O nome já
entrega: ele tem um corpo flexível e um display holográfico, e é
diferente de tudo que já foi feito.

Em vez de recorrer a um painel 3D convencional, que cria uma imagem
para cada olho para dar uma sensação de profundidade, o HoloFlex recorre
a uma outra técnica. Ele usa camadas de pequenas lentes que dispersam a
luz em direções diferentes, o que permite que que várias pessoas tenham
a sensação do 3D mesmo olhando de posições diferentes. O resultado é
que o aparelho lembra um pouco os tazos holográficos, tão populares nos
anos 1990.

Veja Também!  Assista Tottenham x Borussia Dortmund AO VIVO COM IMAGEM GRÁTIS ESPORTE INTERATIVO

O fato de ser flexível também é importante. O modelo experimental
mostra que entortar o aparelho funciona como um comando para o aparelho,
permitindo interagir com o que está na tela. No exemplo, o laboratório
mostra como é possível fazer um objeto em primeiro plano se aproximar de
outro, que está mais afastado.

Há uma barreira que impede que o aparelho seja comercialmente viável,
e, se você assistiu ao vídeo, já percebeu qual é. O dispositivo traz um
painel de resolução 1920×1080, mas após a dispersão das lentes, o
usuário vê apenas a imagem em 160×104, o que simplesmente não é
aceitável nem para os smartphones mais baratos. Isso significa que ainda
deve demorar para que algo assim seja aplicado a um produto real.
Talvez quando as telas chegarem ao 16K?

Veja Também!  Manchester United x PSG Narração Online Esporte Interativo

Fonte: Olhar Digital

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.