Falha grave no iOS é revelada horas antes do evento da Apple

0
125

Apple irá realizar um evento especial daqui a algumas horas, iniciando às 14 horas de Brasília, onde, além de apresentar oficialmente um novíssimo celular, iPhone SE, deve lançar uma versão mais atual do iOS, substituindo a atual pela de numeração 9.3.

Antecedendo a cerimônia da grande Maçã, pesquisadores da universidade estadunidense Johns Hopkins descobriram uma falha preocupante,
ao menos, no sistema operacional portátil da gigante de Cupertino: a
possibilidade de interceptar e desencriptar imagens e vídeos enviados
usando o iMessage, mensageiro nativo do iPhone, iPod, iPad, Apple Watch e
Macs em gerais. A polêmica ganha ainda mais fôlego após relembrar as investidas do FBI para que a companhia liberasse um backdoor em todos os iGadgets, situação fortemente recusada por Tim Cook, enviando uma carta aberta à organização estadunidense.

Liderado por Matthew D. Green, ainda no ano passado, o time de especialistas da universidade Johns Hopkins divulgou suas preocupações em relação à possível abertura no iMessage aos responsáveis da Apple, porém a empresa não tomou nenhuma atitude acerca do ocorrido. Agora, realizando série composta de diversos ataques, a equipe comprovou a fraqueza do sistema de encriptação usado no mensageiro feito pelos desenvolvedores da Maçã.

As imagens e vídeos são encriptados em 64-bit, tecnologia teoricamente segura, mas a falha é que o método desencriptador permite várias adivinhações ao mesmo tempo, ou seja, a força bruta aqui é uma possibilidade. Força bruta é o mecanismo usado para tentar muitas combinações de chaves ao mesmo tempo, descobrindo, em uma quantia variável de tempo, o conjunto de caracteres usado para proteger um conteúdo.

No iOS 9, liberado oficialmente em meados de 2015, Apple corrigiu parcialmente a falha, mas, de acordo com Matthew D. Green, uma versão modificada de sua abordagem ao sistema de encriptação do iMessage ainda deixa que terceiros acessem as imagens e gravações mandadas pelo mensageiro, cenário extremamente perturbador, levando em conta o caso do FBI e, talvez ainda mais polêmico, o da NSA e Snowden. Em uma nota oficial, Apple disse ao jornal Washington Post que o iOS 9.3 — aquele que deve ser lançado ainda hoje — corrigirá completamente a abertura no aplicativo de conversas instantâneas.

Desta forma, os usuários da plataforma portátil da Maçã, além de ansiarem pelas diversas novidades do software, ainda devem ficar atentos para a adição de camadas de segurança em seus dispositivos.

Fonte: Tudo Celular

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.