Apple irá realizar um evento especial daqui a algumas horas, iniciando às 14 horas de Brasília, onde, além de apresentar oficialmente um novíssimo celular, iPhone SE, deve lançar uma versão mais atual do iOS, substituindo a atual pela de numeração 9.3.

Antecedendo a cerimônia da grande Maçã, pesquisadores da universidade estadunidense Johns Hopkins descobriram uma falha preocupante,
ao menos, no sistema operacional portátil da gigante de Cupertino: a
possibilidade de interceptar e desencriptar imagens e vídeos enviados
usando o iMessage, mensageiro nativo do iPhone, iPod, iPad, Apple Watch e
Macs em gerais. A polêmica ganha ainda mais fôlego após relembrar as investidas do FBI para que a companhia liberasse um backdoor em todos os iGadgets, situação fortemente recusada por Tim Cook, enviando uma carta aberta à organização estadunidense.

Liderado por Matthew D. Green, ainda no ano passado, o time de especialistas da universidade Johns Hopkins divulgou suas preocupações em relação à possível abertura no iMessage aos responsáveis da Apple, porém a empresa não tomou nenhuma atitude acerca do ocorrido. Agora, realizando série composta de diversos ataques, a equipe comprovou a fraqueza do sistema de encriptação usado no mensageiro feito pelos desenvolvedores da Maçã.

Veja Também!  Domingo no Cinema | Band exibe ‘Jogo Sujo’ (17/02)

As imagens e vídeos são encriptados em 64-bit, tecnologia teoricamente segura, mas a falha é que o método desencriptador permite várias adivinhações ao mesmo tempo, ou seja, a força bruta aqui é uma possibilidade. Força bruta é o mecanismo usado para tentar muitas combinações de chaves ao mesmo tempo, descobrindo, em uma quantia variável de tempo, o conjunto de caracteres usado para proteger um conteúdo.

No iOS 9, liberado oficialmente em meados de 2015, Apple corrigiu parcialmente a falha, mas, de acordo com Matthew D. Green, uma versão modificada de sua abordagem ao sistema de encriptação do iMessage ainda deixa que terceiros acessem as imagens e gravações mandadas pelo mensageiro, cenário extremamente perturbador, levando em conta o caso do FBI e, talvez ainda mais polêmico, o da NSA e Snowden. Em uma nota oficial, Apple disse ao jornal Washington Post que o iOS 9.3 — aquele que deve ser lançado ainda hoje — corrigirá completamente a abertura no aplicativo de conversas instantâneas.

Veja Também!  Assista Schalke x Manchester City AO VIVO COM IMAGEM Esporte Interativo

Desta forma, os usuários da plataforma portátil da Maçã, além de ansiarem pelas diversas novidades do software, ainda devem ficar atentos para a adição de camadas de segurança em seus dispositivos.

Fonte: Tudo Celular

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.