Gigantes da tecnologia se unem a favor de plano pela energia limpa nos EUA

0
123

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) acaba de ganhar um suporte peso pesado para seu projeto em prol do uso de energia limpa no país: as gigantes Google, Apple, Microsoft e Amazon se uniram para documentar publicamente seu apoio ao plano de energia limpa da agência, que faz parte da administração Obama.

 O documento afirma que “postergar ações pelas mudanças climáticas custarão muito em termos econômicos e humanos, enquanto acelerar a transição para uma economia com redução de emissão de carbono produzirá múltiplos benefícios quanto à economia sustentável, saúde pública, resiliência a desastres naturais e a saúde do ambiente global”.

 O “Clean Power Plan”, como foi chamado o plano de ação da EPA, tem como proposta cortar a poluição por carbono 32% abaixo dos níveis de 2005 até o ano de 2030. Para atingir essa meta, será preciso mais do que simplesmente implementar fontes de energia renovável: é necessário concomitantemente reduzir ao máximo as emissões de carbono, e “para ontem”.

E uma vez que as empresas de tecnologia que dominam o setor são responsáveis por boa parte do consumo de fontes de energia do planeta, o comprometimento desses nomes de peso significa bastante. No mesmo documento, as companhias escreveram que “implementar as regras da EPA tornarão as fontes de energia mais robustas, confiáveis e acessíveis”, além de tudo. Rebatendo argumentos de algumas fornecedoras de energia que são contra o projeto da EPA, as empresas alegam que as fornecedoras podem usar as mesmas técnicas já aplicadas por elas (Apple, Google, Microsoft e Amazon) para acelerar a obtenção da meta pela sustentabilidade, já que essas técnicas já se provaram ser realizáveis.

 A partir de agora, o caso será avaliado pelo tribunal federal dos Estados Unidos, na capital Washington (D.C), e uma reunião argumentativa já está agendada para o dia 02 de junho.

Fonte: Canal Tech

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.