Justiça proíbe uso do nome “Mi Pad” na Europa

0
19

Uma batalha à escala dos fatos de treino Abibas ou das malas da Brada, mas na área tecnológica. A Apple lutava, desde 2014, pelo direito ao uso da patente do iPad sem cópias baratas que pudessem atrapalhar a sua estratégia. Quando o fez tinha em mente a acção dos chineses da Xiami, que recorreram ao seu MiPad para conquistar espaço no mercado dos tablets.

O Instituto de Propriedade Intelectual da União Europeia assegura, no entanto, que os nomes são demasiado semelhantes para que os chineses possam registar a marca. O tribunal e o instituto europeu entenderam, segundo a BBC, que os possíveis compradores, mais especificamente os de língua inglesa, compreenderiam o prefixo ‘mi’ como se fosse a palavra ‘my’ (‘meu’, em tradução livre para o português), o que os faria pronunciá-lo da mesma forma que o ‘i’ de ‘iPad’.

A Xiaomi admite, agora, recurso para o Tribunal de Justiça da União Europeia.

Veja também…

Deixe o seu comentário

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.