Lançada na última sexta-feira, a série O mecanismo tem provocado polêmica. Inspirada na Operação Lava-Jato e dirigida pelo brasileiro José Padilha, a nova aposta da Netflix foi alvo de críticas da ex-presidente Dilma Rousseff.
Nesta segunda-feira, a obra ganhou mais um capítulo fora das telas. É que, para divulgar a produção, a Netflix construiu uma "loja da corrupção" no aeroporto de Brasília e no aeroporto de Congonhas.

Assista o vídeo:


A loja fictícia (os produtos não estão à venda) faz parte da campanha de divulgação de O Mecanismo, série de José Padilha, cujos episódios já estão disponíveis.
Entre os itens que podem ser encontrados na loja fictícia estão uma cueca doleira, o livro "Delação premiada para leigos" e capinhas decorativas para tornozeleiras eletrônicas. De acordo com a Inframérica — consórcio que administra o aeroporto — o stand publicitário foi instalado na área do desembarque doméstico do terminal.
Original Article

follow us in feedly  
Veja Também!  Segunda temporada de Mindhunter ganha data de estreia