Para a Google, publicidade não é à “vontadinha”

0
9

Um sistema aberto, cada um tem uma grande abertura de desenvolver a sua própria aplicação, uma linguagem de programação que não é tão complexa assim mas, diz a Google, não é para abusar. Sobretudo no que respeita à publicidade. A Google revelou que vai eliminar da Play Store aplicações que recorram ao ecrã bloqueado para a apresentação de mensagens publicitárias.

Segundo a Business Insider, a nova política adoptada pela companhia afecta um conjunto significativo de programadores que procuravam, através de banners de publicidade, aumentar as receitas associadas às suas aplicações, na maior parte dos casos de descarga gratuita. “As apps não podem apresentar anúncios ou recursos geradores de receitas a partir do ecrã bloqueado de um dispositivo, a menos que o único objetivo da aplicação seja oferecer o serviço bloqueio do ecrã”, pode ler-se na nova política da Google. A medida pode afetar uma modalidade de comercialização da Amazon, que oferece smartphones com desconto em troca de anúncios no ecrã bloqueado. A publicidade é gerida no aparelho pelo app Amazon Offers, que tende a ser banido com a vigência da nova política do Google.

Veja também…

Deixe o seu comentário

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.