A Google revelou ter removido 60 jogos da Play Store à conta de um malware que fazia com que anúncios pornográficos fossem exibidos aos utilizadores, situação por demais grave considerando que muitos desses jogos tinham como alvo o público infantil.

O maior fabricante mundial especializado em cibersegurança, o Check Point Software Technologies, descobriu que existe um código malicioso na Google Play Store, que se esconde em jogos infantis e que já terá somado entre três a sete milhões de downloads.

Segundo o portal Gizmodo, o Adult Swine – assim se chama o código – pode mover-se “lateralmente dentro do telefone, abrindo a porta a outras ameaças, como o roubo de credenciais de utilizador”, além de apresentar pornografia ou anúncios inapropriados sem qualquer aviso prévio e de poder cobrar serviços fraudulentos.

Veja Também!  Domingo no Cinema | Band exibe ‘Jogo Sujo’ (17/02)

Segundo um comunicado do Check Point Software Technologies, o código malicioso espera que o utilizador que fez o download de uma das apps e desbloqueie o ecrã para iniciar o ataque e a partir daí, o Check Point Software Technologies poderá também levar os utilizadores a tentar eliminar um vírus falso. Surge a mensagem: “Eliminar Vírus Agora”, o utilizador é direcionado para outra aplicação do Google Play, “que na realidade é mais um malware”, alerta o comunicado.

Veja também…

Deixe o seu comentário

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.