Em rigor, o título é um bocado enganador. E pelo facto apresentamos as nossas sinceras desculpas. Mas não deixa de ser verdade também que o potencial e as capacidades do Exynos 9810 são de tal forma exacerbadas que a probabilidade de este ser, efectivamente, o processador do novo Galaxy S9, são por demais elevadas.

Segundo o portal CanalTech, há fortes probabilidades de a gigante coreana avançar para a sua própria solução, mais do que acolher o 845 da Snapdragon. Trata-se de um processador com oito núcleos, sendo que quatro deles são destinados ao desempenho geral com clock de 2,9 GHz, enquanto os outros quatro são responsáveis pela eficiência, ampliando a vida útil da bateria do dispositivo. A sua produção assenta numa arquitetura FinFET de 10 nanómetros de segunda geração.

A Samsung garante que seu novo chip economiza energia, tem o dobro de desempenho nos núcleos individuais, e apresenta 40% de melhorias em multi-core. Já com relação à conectividade, o Exynos 9810 é capaz de alcançar uma velocidade máxima de 1,2 Gbps, conseguindo, ainda, registrar fotos e vídeos 4K em até 120 quadros por segundo com estabilização em tempo real.

Veja também…

Deixe o seu comentário

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here