Sexta-feira 13: melhores filmes de terror para assistir na Netflix hoje!

0
142



A sexta-feira 13 pede um filme de terror. E para você não perder horas procurando o que assistir, preparamos umas lista com diversas dicas:

Verônica: O longa do diretor Paco Plaza, conhecido pela memorável franquia ‘[REC]’, tem uma trama bem genérica até, inspirada em um relatório real da polícia de Madri sobre um caso paranormal ocorrido em 1991: uma jovem brinca com magia oculta em um tabuleiro de Ouija, visando se comunicar com seu falecido pai, porém faz contato com um espirito demoníaco de plantão e acaba trazendo-o para sua casa, tendo então que proteger seus irmãos da terrível entidade.

Verônica

Mama: Duas meninas vão morar com o tio após a morte da mãe, mas logo fica claro que elas não foram sozinhas.

Mama

Amityville: O Despertar: Imagens encontradas revelam a terrível história de uma repórter de TV e sua equipe de especialistas paranormais que visitaram uma casa nos anos 1970.

Amityville: O Despertar

Filha do Mal: Assustador e chocante, este filme acompanha a luta de uma mulher para descobrir a verdade por trás das alegações de que sua mãe matou três pessoas durante um exorcismo.

Filha do Mal

A marca do medo: A trama se passa no ano de 1974, e fala sobre um grupo de pesquisa da Universidade de Oxford, chefiado pelo professor Joseph Coupland, psicólogo dedicado a comprovar a tese de que a mente humana é responsável por criar seus próprios demônios. Para isso, os pesquisadores isolam a perturbada Jane Harper em uma casa e começam a fazer experimentos para provar que a aparente possessão demoníaca que domina a jovem é apenas uma façanha de sua própria mente. Na história original, grupo de pesquisa de Oxford realmente existiu, mas os relatos desta história foram realizados pelo único sobrevivente da equipe, que ficou meio perturbado.

A Marca do Medo

A Hora do Pesadelo: Freddy Krueger é um dos personagens que mais aterrorizou o sono das pessoas. Sua trama fala sobre a criatura que mata, ao entrar nos sonhos alheios. A verdade por trás do filme é que Wes Craven se inspirou em um artigo publicado pelo LA Times, nos anos 80, que abordava uma série de relatos sobre homens de origem asiática, que morreram dormindo durante pesadelos. Em um dos relatos, um rapaz de 21 anos afirmava que não queria dormir por ter medo de morrer durante um sonho ruim muito estranho que vinha tendo.

A Hora do Pesadelo

Horror em Amityville: O filme mostra várias eventos sobrenaturais após a chegada da família Lutz em uma mansão, na vila nova-iorquina, onde um ano antes um homem assassinou sua família. A história, aliás, se basa em um livro não-ficcional, chamado The Night the DeFeos Died, que relata o assassinato cometido por Ronald DeFeo Jr. , julgado e condenado pelo crime em 1974.

Horror em Amityville

O Massacre da Serra Elétrica: O assustador Leatherface, que vestia a pele se suas vítimas como máscara e corria atrás das mesmas com uma motosserra, não existiu. Mas, o maníaco teve traços inspirados no serial killer Edward Gein, ou simplesmente, Ed Gein. Após a prisão do assassino real, em sua casa foram encontradas máscaras feitas com pele humana, além de outras partes de corpos, como cabeças, lábios, cintos feitos de mamilos e crânios que eram utilizados como tigelas de sopa!

O Massacre da Serra Elétrica

Brinquedo Assassino 2: Após o último surto letal de Chucky, o fabricante do boneco assassino tenta salvar sua reputação remodelando-o. Mas ao fazê-lo, ressuscita a alma do homicida Charles Lee Ray, que retoma imediatamente sua índole psicótica. Chucky é inspirado em um brinquedo que pertenceu ao pintor e escritor Robert Eugene Otto. O boneco foi um presente de uma enfermeira, que estaria ligada a magia negra e vudoo.

Brinquedo Assassino

Psicose: Já que estamos falando em Ed Gein, outra trama baseada no psicopata é Psicose, clássico do gênero. Alfred Hitchcock, diretor, produtor e roteirista do longa, se inspirou no romance de Robert Bloch, baseado nos assassinatos de Ed Gein. O cineasta comprou anonimamente todos os direitos autorais do livro e depois comprou todas as cópias disponíveis para que ninguém lesse e, consequentemente, descobrisse o final do filme.

Psicose

Original Article

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.