Um dos games de maior sucesso dos últimos tempos, Pokémon Go não
ameaça somente o setor de jogos. Serviços de streaming, como a Netflix,
também estão ameaçados pela popularidade do título, que acaba atraindo a
atenção dos usuários e tomando mais tempo de seus dias.

Em uma mesa redonda realizada nesta semana com o The Hollywood
Reporter, o diretor de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, declarou que o
desafio do serviço de streaming é manter os usuários interessados em
seu produto, evitando que mesmo as grandes distrações do momento o tirem
do hábito de assistir a programas na plataforma. “Se o assinante não
gosta do que está assistindo na Netflix, basta um clique para cancelar.
Por isso temos de fazer barulho. Parte do nosso negócio dita que estamos
trabalhando com ‘televisão de evento’, e isso não é barato. Então,
temos que aceitar que haverá oscilações de vez em quando. Não estamos
competindo contra a TV, estamos competindo contra Pokémon Go, conta
filmes de grandes sucesso”, revelou o executivo.

Veja Também!  AO VIVO Lyon x Barcelona Narração Online Esporte Interativo

A questão foi levantada quando Sarandos explicou sobre a verba gasta
na produção da série “The Get Down”, US$ 200 milhões. Segundo o diretor,
muita gente acredita que o investimento é excessivo. “Sabíamos desde o
começo que, quando se faz uma produção do Baz Luhrmann, ela não custa
pouco, mas o resultado é espetacular”, afirmou.

Neste ano a Netflix pretende liberar 600 horas de conteúdo, o que,
segundo Sarandos, pode ajudar a “impedir as pessoas de cancelar” o
serviço.

Fonte: Olhar Digital

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.