O Twitter se pronunciou a respeito da notícia sobre um hacker que está vendendo dados de cerca de 32 milhões de usuários. De acordo com a empresa, internautas afetados neste caso tiveram suas contas travadas e foram avisados por e-mail.

Confirmando o que analistas já haviam dito, o Twitter afirma
que os dados não foram obtidos através de uma invasão aos seus
servidores, então pode ser que milhões de usuários tenham sido
infectados por algum vírus que roubava e-mails e senhas dos navegadores.

Seja qual for a origem do vazamento, o Twitter cruzou as informações
com seu banco de dados e pode tomar uma ação com relação aos usuários
afetados, então se você não recebeu nenhum e-mail da empresa
provavelmente não teve seus dados vazados.

A rede também explicou quais medidas toma para tentar assegurar a
segurança dos usuários, como aplicar HTTPS por todo o seu site e avaliar
o comportamento de cada indivíduo – se a pessoa costuma tuitar de São
Paulo e, de repente, se loga em Moscou, o Twitter ficará desconfiado.

Além disso, o Twitter recomenda que as pessoas habilitem a
autenticação de dois fatores, usem senhas fortes e exclusivas e se
cadastrem em serviços de gerenciamento de senha, como LastPass e
1Password.

Fonte: Olhar Digital

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.