Vendas de smartphones crescem 3,6% no Brasil, aponta IDC

0
333

Depois de cinco trimestres de queda, o mercado de celulares no Brasil voltou a apresentar números positivos. De acordo com o estudo da IDC Brasil, entre os meses de julho e setembro foram vendidos  12,556 milhões de dispositivos no país, sendo 11,136 milhões smartphones e 1,419 milhão de feature phones (aparelhos convencionais, sem sistema operacional). Este número é 7,2% maior do que o apresentado no mesmo período de 2015 e 4,2% maior na comparação com o segundo trimestre de 2016. Do total de aparelhos vendidos, 4,5% têm sistema operacional iOS e 95,5% Android.

Ainda segundo o estudo, quando comparado o terceiro trimestre deste ano com o mesmo período de 2015, a venda de smartphones foi 3,6% maior e a de feature phones foi 48,4% maior. Já na comparação do terceiro trimestre com o segundo trimestre deste ano, smartphones cresceram 3,3% e feature phones 12,2%.

Em termos de receita, o mercado de smartphones chegou a R$ 10,7 bilhões  de julho a setembro e o de feature phones atingiu R$ 179,8 milhões. Já o tíquete médio dos aparelhos inteligentes foi de R$ 962,96 e dos celulares convencionais foi de R$ 126,65. “

Os números comprovam que o brasileiro deixou de ser ingênuo na hora de comprar um celular e que os fabricantes estão fazendo um esforço grande para oferecer robustez e preços menores. Os aparelhos que custam até R$ 999 representam 76,1% do mercado total. “Porém, notamos um movimento bastante rápido na demanda de modelos premium, por isso, a concorrência dos aparelhos com preço acima de R$ 3 mil está bastante acirrada”, completa Diego Silva, analista de pesquisa da IDC Brasil.

Segundo o analista, os varejistas anteciparam as compras e abasteceram os estoques para a Black Friday, enquanto os fabricantes enxugaram os portfólios de modo a atender a demanda com preços mais competitivos. “Podemos dizer que a Black Friday se tornou a data mais importante do calendário para o mercado de celulares”, declara Diego Silva, analista de pesquisa da IDC Brasil.

Para os últimos meses do, a IDC prevê um mercado ainda aquecido. “Nossa expectativa para 2016 era de que o mercado atingisse 40,3 milhões de unidades vendidas. Porém, já estamos revendo estes números e esperamos uma queda um pouco menor em relação ao ano de 2015, quando foram comercializados 47 milhões de aparelhos”, finaliza Silva.

Fonte: IDGNOW

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.