A eleição de Donald Trump e a alegada influência russa na eleição do presidente dos Estados Unidos continua a dar que falar. E poucos seria mais avalizados para se pronunciar sobre esta matéria do que o fundador do Facebook. Nas 12 passas ingeridas por Mark Zuckerberg aquando das 12 badaladas, constavam desejos consertar os erros do Facebook, reforçando as políticas do site e prevenindo o uso errático das suas ferramentas.

Zuckerberg explica à agência Reuters que os erros cometidos na sua rede social têm de ser combatidos. Isto numa altura em que estas plataformas são alvo de duras críticas devido à propagação das chamadas notícias falsas, que estiveram em destaque durante a campanha eleitoral dos Estados Unidos. Zuckerberg afirma querer estar atento aos assuntos mais importantes, entre os quais inclui a proteção das comunidades que utilizam o Facebook face a expressões de abuso e ódio. O fundador da rede social disse também que quer impedir a interferência das nações na forma como é usada a plataforma e garantir aos utilizadores “que o tempo passado no Facebook é tempo bem passado”.

Veja Também!  Ficha Técnica | Era Uma Vez em… Hollywood (2019)

Veja também…

Deixe o seu comentário

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.