Apple registra tecnologia que remove palavrões de músicas e audiobooks

0
110

A Apple patenteou uma tecnologia que digitaliza automaticamente músicas que estão sendo transmitidas online e edita qualquer trecho que contenha palavrões. A patente, chamada de “Gestão, Substituição e Remoção de Letras Explícitas durante a reprodução de áudio” foi apresentada pela empresa em setembro de 2014. O sistema é descrito como um detector e marcador de seções explícitas de faixas de músicas que edita tais conteúdos para torná-los aceitáveis.

 A empresa afirma que o sistema poderia substituir as palavras agressivas por um sinal sonoro, ou até mesmo por palavras não explícitas. O sistema patenteado é capaz de detectar as letras por trás das músicas e simplesmente remover os palavrões, gerando um áudio de fundo para que a faixa continue sem problemas.

A patente não se limita apenas à música. Ela também pode ser utilizada em livros de áudio, ou audiobooks. A tecnologia da Apple poderia editar os palavrões ou cenas de sexo em livros para torná-los adequados para crianças.

Ao analisar músicas ou livros de áudio, o sistema compara a letra com uma biblioteca de termos explícitos a fim de identificar os palavrões. Não há qualquer indicação de como a Apple pretende utilizar a patente. Mesmo que remota, há a possibilidade de a empresa censurar algumas músicas no iTunes ou em seu serviço de streaming, o Apple Music.

A nova tecnologia também poderia ficar engavetada, assim como outras patentes que a empresa detém mas não utiliza. De qualquer forma, a Apple é conhecida por manter regras restritivas para conteúdos explícitos. Em 2010, Steve Jobs afirmou em um e-mail que não iria permitir pornografia na App Store. “As pessoas que querem pornografia podem comprar um telefone Android”, disse.

Fonte: Canal Tech

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.