Assim como já acontece nos Estados Unidos e na Europa, após o consumo total de sua franquia de dados da internet pelo celular, o usuário não irá continuar navegando com “velocidade reduzida”. Agora, caso queira continuar utilizando a web móvel, terá que comprar um pacote adicional. A conexão será mais eficaz mas pode aumentar as despesas mensais com telecomunicações.

Com 79 milhões de clientes, a Vivo será a primeira a mudar. A partir de novembro os usuários pré-pago, ao consumirem toda franquia to pacote de internet móvel da operadora, terá sua conexão cortada caso não contrate o pacote adicional. De acordo com OGlobo, as operadores Oi, TIM e Claro também lançarão pacotes parecidos. Segundo a Vivo, “o mesmo ajuste deverá ser implementado futuramente para os clientes de planos pós-pagos”.

Um dos pacotes pré-pagos da Vivo mais populares dá direito a franquia de 75 MB (a R$ 6,90) por semana. Caso todos esses dados sejam consumidos antes do fim do prazo, o cliente precisará pagar R$ 2,99 por mais 50 MB para continuar a utilizar internet. O consumidor receberá uma SMS com a opção de contratação quando atingir o limite da franquia, mas a operadora já trabalha em ajustes para realizar o anúncio com a antecedência necessária.

Essas mudanças, pela legislação, devem ser notificadas com 30 dias antecedência. Nos EUA, por exemplo, a operadora já recomenda a compra quando o cliente consome metade da franquia. As operadoras norte-americanas tentaram oferecer a “velocidade reduzida”, como funciona no Brasil, e não foi bem recebido.

Ainda de acordo com OGlobo, a estratégia das operadoras é elevar a receita com a internet móvel. Apesar do aumento da receita em 30% no primeiro semestre comparado ao ano passado, o Brasil ocupa apenas a 30ª posição entre os países que mais faturam com a receita de dados em relação ao gasto por usuário.

Fonte

follow us in feedly  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.