Resenha | Fica Comigo (Original Netflix)

1
follow us in feedly

O longa conta a história de um casal, Alison (Halston Sage) e Tyler (Taylor John Smith), que estão juntos há um bom tempo. Em uma festa, a aparição de um ex-namorado de Ali causa uma terrível briga entre os dois, e no calor do momento, rompem o relacionamento.

Muito desapontado com o que acabara de acontecer, Tyler parte com Holly (Bella Thorne) para tentar salvar aquela noite. No dia seguinte, Tyler decide reatar com Alison, mas Holly não aceita ter sido apenas uma diversão de uma noite. A partir daí, Holly, obcecada por Tyler, passa a persegui-lo e ameaçar contar para Alison o que aconteceram entre eles.

Dirigido por Brent Bonacorso (The Narrow World), o filme conta com uma história muito comum, o tipo de clichê que é raramente utilizado por grandes diretores e produtoras. Sem originalidade para a composição do roteiro, a forma de contar a história também é bastante simples. Não vemos o uso de efeitos especiais, pois trata-se de um vídeo comum, sem nada de surpreendente.

As poucas pitadas de suspense em algumas cenas, de certa forma, salvam o longa, trazendo uma breve e diluída lembrança de alguns filmes de terror, mas nada que dure mais que segundos.

A trilha sonora se apresenta suficiente para sustentar o filme, sem ser muito boa ou diferenciada. Mas, apesar do clichê, o desfecho mostra-se interessante, ao mesmo tempo que é incerto, sem ser ruim. O filme não dá indícios de ter uma segunda parte ou continuação, já que sua história é totalmente conhecida por qualquer pessoa que não tenha ainda o assistido, mas pode ser considerado uma boa distração para um dia qualquer.

follow us in feedly

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here